Tributo a José Marques de Melo em Pernambuco

josemarquesdemelo.jpgGraduado na primeira turma de Jornalismo da Universidade Católica de Pernambuco (Unicap), o professor José Marques de Melo será o grande homenageado do Flinorte (Festival Literário Internacional do Litoral Norte), que acontecerá no período de 24 a 27 de setembro, em faculdades, hotéis e escolas da cidade do Paulista. Marques de Melo comemora, neste ano de 2009, o cinquentenário de atuação jornalística, sendo a data celebrada por entidades do Brasil e do exterior.

Na abertura oficial do Flinorte, no dia 24 de setembro, às 19h30, no Hotel Resort Casa Blanca, em Pau Amarelo, ele receberá a Comenda do Mérito Cultural 2009, da Câmara Brasileira de Desenvolvimento Cultural, e o título de Cidadão Honorário de Pernambuco, conferido pela Assembleia Legislativa, através de projeto apresentado pela deputada Carla Lapa. Ainda na abertura do evento, será inaugurada Exposição sobre A Vida e Obra de José Marques de Melo, iniciativa da Unicap.

A trajetória intelectual de Marques de Melo começou em 1959, no Sertão de Alagoas, na cidade de Santana do Ipanema, como repórter comunitário e agente cultural. Prosseguiu na cidade do Recife, onde se engajou na vida profissional, diplomando-se em Jornalismo e sendo incluído na galeria dos repórteres agraciados com o Prêmio Esso de Jornalismo Primeiro doutor em Jornalismo diplomado por universidade brasileira, foi perseguido pelo governo militar, refugiando-se nos Estados Unidos, onde desenvolveu programa de pós-doutorado. Beneficiado pela anistia política de 1979, retornou à Cátedra na USP (Universidade de São Paulo), tendo atuado também como professor e conferencista em várias universidades europeias e americanas.

Marques de Melo é autor de mais de 50 livros sobre Jornalista e Comunicação. Dirige a Cátedra Unesco de Comunicação para o Desenvolvimento Regional da Universidade Metodista de São Paulo, integrando a equipe docente do Programa de Pós-Graduação em Comunicação Social da Faculdade de Comunicação e Multimídia. É presidente da Comissão Nacional de Reestruturação do Ensino de Jornalismo do ministério da Educação.

Em outubro, logo após o Flinorte, o professor José Marques de Melo estará no Equador, em Quito, quando será empossado como primeiro presidente da Confederação Ibero-Americana de Associações Científicas e Acadêmicas de Comunicação Social. Em novembro, encerrando a programação do cinquentenário de atuação jornalística, o professor José Marques de Melo será homenageado em Maceió como patrono da IV Bienal Internacional do Livro de Alagoas, promovida pela Universidade Federal de Alagoas. Uma justa homenagem, portanto, para quem tem doado a vida à Comunicação Social.

Fonte: Carlos Cavalcante // Jornalista

casadaimprensa [arroba] terra [ponto] com [ponto] br

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *