Sociedade do Conhecimento e Comunicação é tema do Congresso ALAIC 2016

logomarcaALAICO XIII Congresso da Associação Latino-americana de Investigadores da Comunicação (ALAIC) será sediado na Cidade do México entre os dias 5, 6 e 7 de outubro de 2016, sob o tema “A Sociedade do Conhecimento e Comunicação: reflexões críticas da América Latina”. Organizado pela ALAIC, Universidade Nacional Autônoma do México (UNAM) e Universidade Autônoma Metropolitana (UAM), o evento também conta com o apoio de outras importantes universidades mexicanas.

O Congresso ALAIC 2016 pretende estimular as pesquisas voltadas à construção do campo da Comunicação do Conhecimento. Além de fortalecer as conferências da ALAIC, o evento se situa como um espaço de intercâmbio e geração de ideias, promovendo a criação de redes de conhecimento, além de ligações pessoais e/ou institucionais que contribuem para enriquecer cada vez mais a Comunicação. A participação de conceituadas instituições de ensino superior da América Latina revigora a reflexão, a análise e a prática científicas, assim como incentiva os estudos da sociedade do conhecimento ligado ao campo comunicacional, oferecendo a possibilidade de implantação de vários pontos de vista sobre um fenômeno complexo e multidimensional.

Com base no tema central, a organização do congresso listou algumas questões norteadoras:
Qual o papel da educação nas reflexões sobre este tipo de sociedade que tem o saber como seu centro nevrálgico?
• Como mensurar o desenvolvimento de sociedades do conhecimento em termos de comunicação entre os diferentes países da região?
• Como passar da simples medição de indicadores de acesso tecnológico ao conhecimento e valorização das práticas culturais e sociais geradas neste tipo de sociedade?
• Que lugar ocupam as políticas públicas de ciência e tecnologia neste modelo de sociedade que estamos analisando?
• Qual o papel a ser desempenhado pelas nações frente a um modelo de sociedade do conhecimento construído a partir de forte intervenção dos setores industriais e de serviços privados?
• Que decisões tomar para evitar o avanço indiscriminado de capitais privados e a ocupação de áreas altamente rentáveis ​​economicamente, mas limitadas em termos de benefícios sociais prestados?
• Em que lugar do campo de conhecimento da comunicação colocamos as muitas formas de mediação social incorporadas por produtos e práticas da sociedade do conhecimento?
• Que tipo de reflexões devemos abordar neste congresso para atender a esses e outros questionamentos?

Essas e outras questões formam a base das discussões que permearão as principais atividades do Congresso ALAIC 2016, são elas: Grupos Temáticos (GT); Grupos de Interesse (GI); Oficinas (T);  Apresentação de livros (L); Atividades ou sessões especiais locais ou internacionais (AE) e Encontros antes e posteriores ao evento (EP).

Os Grupos de Trabalho terão suas sessões distribuídas entre os três dias do evento. As diretrizes para composição dos trabalhos científicos ainda não foram publicadas, mas a submissão de artigos está prevista para o período de 20 de novembro de 2015 a 30 de abril de 2016. A aceitação ou não do artigo será anunciada durante o mês de maio de 2016.

Os Grupos de Interesse (GI), por sua vez, possuem dinâmicas semelhantes aos GTs, porém trabalham com temáticas diferentes a cada congresso, relacionadas ao tema principal. O Congresso ALAIC oferece, no máximo, quatro GIs. Para enviar a proposta de um GI, o coordenador e o vice-coordenador do Grupo de Interesse proposto devem ser de países diferentes da América Latina.alaic [arroba] correo [ponto] cua [ponto] uam [ponto] mx “>  A proposta deve ser encaminhada, até o dia 20 de novembro de 2015, ao email alaic [arroba] correo [ponto] cua [ponto] uam [ponto] mx “> alaic [arroba] correo [ponto] cua [ponto] uam [ponto] mx, com texto em espanhol ou português, contendo de 3.000 a 4.000 caracteres e os seguintes pontos:
– Dados dos coordenadores: nome, universidade ou instituição, país, e-mail;
– Nome do GI proposto;
– Objetivos/resultados esperados;
– Eixos temáticos ou perguntas-guia;
– Resumo da chamada, incluindo se são necessários experiências ou recursos especiais para participar do GI.
A carta de aceitação da proposta será recebida até o dia 10 de dezembro de 2015.

Também serão aceitas propostas de oficinas, que deverão ser enviadas, ao mesmo email, até o dia 20 de novembro de 2015. As oficinas terão entre duas e três horas. Elas deverão oferecer um espaço ativo de aprendizagem, experimentação, produção e/ou troca de experiências em torno de uma determinada questão coletiva, que não faça competição com os temas dos GTs. A proposta de oficina poderá ser enviada com texto em espanhol ou português, contendo de 3.000 a 4.000 caracteres e os seguintes pontos:
– Dados do coordenador: nome, universidade, país, e-mail;
– Nome da oficina proposta;
– Objetivos/resultados esperados.
– Eixos temáticos ou perguntas-guia;
– Dinâmica ou forma de trabalho proposto;
Resumo da chamada, incluindo se são necessários experiências ou recursos especiais para participar da oficina.
A carta de aceitação será recebida até o dia 10 de dezembro. O congresso oferecerá, no máximo, seis oficinas.

Já as apresentações de livros deverão ter suas propostas preenchidas em formulário que será disponibilizado até o final de 2015. Poderão ser submetidos para apresentação, livros no campo da Comunicação editados entre setembro de 2014 a agosto de 2016.

Outras informações relacionadas ao evento podem ser encontradas na página da ALAIC. Dúvidas podem ser endereçadas ao email alaic [arroba] correo [ponto] cua [ponto] uam [ponto] mx. Vale lembrar que a Folkcomunicação tem espaço garantido no Congresso ALAIC – artigos poderão ser submetidos ao GT1 (Comunicação Intercultural e Folkcomunicação), coordenado pela ex-presidente da REDE FOLKCOM, Betania Maciel (UFRPE-Brasil), e pelos vice-coordenadores Vicente Castellanos (UAM-México) e Gustavo Said (UFPI-Brasil).

A segunda circular do congresso será divulgada em dezembro.

Júnia Martins,
com informações da primeira circular do Congresso ALAIC 2016.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *