RIF publica edição comemorativa ao centenário de Luiz Beltrão

Revista Internacional de Folkcomunicação (RIF) acaba de lançar sua nova edição, que presta uma homenagem ao professor Luiz Beltrão (1918-2018), um dos mais importantes teóricos da Comunicação no Brasil, fundador da folkcomunicação. Celebrar o centenário do autor constitui um modo de reconhecer a sua importância para a teoria e a pesquisa na área, tarefa que ficou a cargo dos(as) pesquisadores(as) Maria Cristina Gobbi, Sônia Regina Soares da Cunha e Francisco de Assis, organizadores do dossiê.

Os artigos reunidos no dossiê circundam a obra de Beltrão, apontam caminhos para a (re)leitura dos conceitos que fundamentam a teoria, dialogam com marcos teóricos afins a partir da perspectiva folkcomunicacional e promovem outras aproximações com a teoria. Oferecem, desse modo, formas de interpretar e operar com a folkcomunicação para pensar os processos comunicacionais na atualidade. Além disso, percorrem marcos e registram a trajetória do pensamento de Beltrão, contribuindo para a memória da comunicação no Brasil. A edição traz ainda, como parte das homenagens ao centenário de Luiz Beltrão, um depoimento de sua filha, Sílvia Teresa Beltrão, publicado na seção de entrevista.

Na seção Artigos Gerais, a revista traz seis estudos sobre temas diversos ligados à cultura popular e suas relações com os processos de comunicação. Os ex-votos na religiosidade popular, as comemorações da festa dos reis magos na Espanha e as representações de assombrações do folclore brasileiro na história em quadrinhos são algumas das temáticas desenvolvidas pelos autores. A perspectiva decolonial, em diálogo com a abordagem beltraniana, o desenvolvimento local e a cultura popular no webjornalismo também recebem o olhar analítico de pesquisadores da folkcomunicação.

A edição conta ainda com o ensaio fotográfico sobre a cidade do Serro, localizada no Vale do Jequitinhonha, no estado de Minas Gerais, a partir do trabalho do escultor José Dias e de registros da cena cultural local. E, para finalizar a edição, a resenha sobre o livro Da casa à praça pública: a espetacularização das festas juninas no espaço urbano, de Janio Roque B. Castro.

O conteúdo da revista pode ser acessado neste link.  

SOBRE A RIF

A Revista, criada em 2003, é editada pelo Programa de Pós-Graduação em Jornalismo da Universidade Estadual de Ponta Grossa (UEPG), em parceria com a Rede de Estudos e Pesquisa em Folkcomunicação e a Cátedra Unesco/UMESP de Comunicação para o Desenvolvimento Regional.

O dossiê da próxima edição irá tratar do tema “Amazonidades e questões folkcomunicacionais” e será organizado pelos professores Renan Albuquerque, Jocélia Nogueira e Allan Rodrigues, da UniversidadeFederal do Amazonas.

A RIF recebe trabalhos, nos formatos de artigo, resenha, entrevista e ensaio fotográfico, em fluxo contínuo. As contribuições devem ser encaminhadas diretamente pelo sistema eletrônico da Revista.

Fonte: Karina Janz Woitowicz.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *