São Paulo será sede do II Encontro Internacional de Folkcomunicação


Com o tema central “Arqueologia da Folkcomunicação: em busca do tempo remoto para evitar o tempo perdido – Folkcomunicacão ano 50”, ocorrerá em São Paulo, de 27 a 29 de março, o II Encontro Internacional de Folkcomunicação. O evento será realizado no Centro Cultural José Marques de Melo (sede da Intercom), nos dias que antecedem o Congresso Ibercom, sediado na mesma cidade.

O I Encontro Internacional de Folkcomunicação, em abril de 2014, contou com a iniciativa da Associação Ibero-Americana de Comunicação, apoio do Museu Nacional de Imprensa e do Instituto Universitário da Maia. Este segundo encontro, por sua vez, conta com a iniciativa da Rede Folkcom, parceria com a Unesco/Umesp, patrocínio da Intercom/Pensacom/Ensicom/Bibliocom e do Núcleo de Pesquisa de Folkcomunicação. Tem ainda o incentivo da Alaic, Socicom, Lusocom, Assibercom e Confibercom e o apoio da Editora Paulus, da Revista Internacional de Folkcomunicação, do Jornal Brasileiro de Ciências da Comunicação, do Jornal da Intercom, do Jornal da Folkcom e do Boletim da Socicom.

O evento reunirá pesquisadores de distintas partes do Brasil e do mundo para dialogar sobre aspectos da disciplina criada pelo jornalista Luiz Beltrão; sobre o legado por ele deixado; a ampliação dos caminhos de investigação; e a sedimentação da teoria no terreno das Ciências da Comunicação. Haverá ainda homenagens aos teóricos Luis Ramiro Beltrán, Jesús Martín-Barbero e José Marques de Melo. Acima de tudo, será um momento especial por contemplar comemorações de marcos decisivos para a constituição da Folkcomunicação no campo acadêmico. Acompanhe abaixo a descrição de cada marco trazida pelo professor José Marques de Melo.

– Cinquentenário  da publicação  dos primeiros  periódicos  de Ciências da Comunicação na América Latina.
Fundada por Luiz Beltrão, Comunicações & Problemas circulou semestralmente, de março/1965 (Recife) a novembro/1969 (São Paulo), adotando o padrão internacional dos  journals  acadêmicos.  Mantida heroicamente  pelo seu criador,  durante um qüinqüênio, esse periódico cumpriu papel decisivo  na disseminação do saber folkcomunicacional no meio universitário. Por sua vez, Cadernos de Jornalismo, fundado por Alberto Dines no Jornal do Brasil, circulou  experimentalmente, em maio de 1965, na cidade do Rio de Janeiro. Adotando o estilo dos magazines profissionais, de circulação dirigida, buscou  sintonia com o leitor potencial, logo passando a ser vendido bimestralmente em bancas de jornal frequentadas pelas nossas  vanguardas culturais.

– Meio  século de plantio das sementes cognitivas nutridas  por Luiz Beltrão e outros  “intelectuais progressistas” cuja  tipologia foi esboçada por Octávio Brandão.
São escritores da mesma estatura de Luiz Beltrão – Paulo Freire, Darcy Ribeiro, Celso  Furtado, Jesus Soares Pereira, Anísio Teixeira, Florestan Fernandes, Josué de Castro, Barbosa Lima Sobrinho,  Helder Câmara, Câmara Cascudo, Arthur Ramos,  Nise da Silveira,  entre outros; que são capazes de fazer  inadiável a sua imersão na “teoria dos catimbós” urdida pela inventividade de Edison Carneiro, acionando a alavanca capaz de acelerar a Dinâmica do Folclore (Rio de Janeiro, 1965).

A revista acadêmica do ICINFORM  incluiu em sua primeira edição o artigo-manifesto “O ex-voto como veículo jornalístico”. Suscitando o interesse do etnógrafo brasileiro Câmara Cascudo e do semiólogo  italiano Umberto Eco, reconhecimento decisivo para  legitimar  a Folkcomunicação como teoria, disciplina , campo  universitário.

A pujança da nova área de pesquisa e a potencialidade da sua comunidade científica  estão fartamente documentadas nos capítulos  finais – cronologia, taxionomia, bibliografia e sociografia da obra antológica  Metamorfose da Folkcomunicação (São Paulo, Editae, 2013, 1100 p.)  que Marques de Melo & Fernandes organizaram com a participação  de 85 autores. 

– 50 anos  da  inclusão das Ciências da Comunicação na estrutura  acadêmica da  Universidade de São Paulo.
O ato reitoral de 19/03/1965 teve como conseqüência a criação da Escola de Comunicações Culturais  em 1966.

-45 anos da publicação da coletânea Folkcomunicação (São Paulo, ECA-USP).
A obra inaugurou uma  tipologia exemplificada da nova disciplina.

– 35 anos da publicação do livro Folkcomunicação, Comunicação dos Marginalizados (São Paulo Cortez, 1980).
O livro ampliou e arejou a natureza do espaço cognitivo.

– 20 anos da realização da Conferência Internacional Identidades Culturais Latino-Americanas em tempo de Comunicação Global.
Realizada na cidade de São Paulo, evidenciou o início  das atividades da Cátedra UNESCO/UMESP de Comunicação  e do Doutorado em Comunicação – PPGCOM , projetando a UMESP no cenário internacional, justificando também o seu ingresso como unidade fundadora da ORBICOM (Paris, UNESCO,1995).


Orbi (FOLKCOM) Fórum / Br@sil.2015
II Encontro Internacional de Folkcomunicação
São Paulo, Brasil – 27, 28 e 29 de março de 2015.

Tema central: Arqueologia da Folkcomunicação. Brasil, ano 50.
Eje temático: Arqueologia de la Folk Comunicación. Brasil, 50 años.
Main subject: Folk Communication Archeology. Brazil, 50 years.

Equipe de Coordenação: José Marques de Melo (Presidente), Fernando Almeida (INTERCOM/ENSICOM), Sonia Jaconi (INTERCOM/ PENSACOM), Marli dos Santos (POSCOM/ UMESP), Cristina Gobbi (SOCICOM), Guilherme Fernandes (FOLKCOM), Esmeralda Villegas (ALAIC) , Antonio de Andrade, Iury Aragão, Cristina Schimidt, Eliane Mergulhão, Rodrigo Gabrioti, Clarissa Josgrilberg, Eduardo Gurgel, Luis Erlin, Fátima Feliciano, Elizeu Lira, Ricardo Alvarenga, Alesse de Freitas Nunes e F. Ronia Barbosa (Cátedra UNESCO/ UMESP).

LOCAL: INTERCOM / Centro Cultural Marques de Melo
Rua Joaquim Antunes, 711 – Pinheiros – São Paulo (Metrô Fradique / Linha amarela)
Fones: 55-11- 2574-8477 / 3596 / 4747

INSCRIÇÕES: Clique aqui e preencha o formulário. Vagas limitadas.


PROGRAMAÇÃO

Sexta-feira (Viernes / Friday) /  27 de Março
11h – INTERCOM Brigadeiro
Conjunto Cicilia K. Peruzzo
Local : Av. Brigadeiro Luis Antonio, n. 2050 – 3º.andar  / Cj. 38/39 / Metrô Brigadeiro

Ato público de Preservação da Memória Institucional
Homenagem aos Associados  que fizeram a História da INTERCOM. Descerramento de placas no conjunto de salas denominado Conjunto  Cicilia K. Peruzzo, onde se encontram o Auditório Margarida M. K. Kunsch e a Sala Valdenizio Petrolli.

14h – INTERCOM Pinheiros
Casa de Anamaria Fadul (Rua Joaquim Antunes, 507 – Pinheiros/ Metrô Fradique)
Ato público de Preservação da Memória Institucional.
Homenagem aos Associados que fizeram a História da INTERCOM. Descerramento de placas no edifício-sede  denominado Casa de Anamaria FadulSala Ada Dencker e Sala Fernando de Almeida.

Orbi (FOLKCOM) Fórum
Centro Cultural Marques de Melo
Rua Joaquim Antunes, 511 – Pinheiros / Metrô Fradique

São Paulo – SP 

14h30 Sessão inaugural
Coordenação: Fernando Almeida (UMESP/Intercom)
Discurso de Abertura
Sonia Jaconi (UMESP/Intercom)

15h – Saudações
Representantes dos organizadores:
Maria Érica de O. Lima – Presidente da FOLKCOM.
Marli dos Santos – Coordenadora do POSCOM – UMESP.
Adriana Omena – Diretora da INTERCOM

Representantes oficiais:
Luiz Roberto Alves (Conselho Nacional de Educação)
Norval Baitello Jr. (FAPESP)
Jairo Campos  (Conselho Nacional de Reitores das Universidades Estaduais)

Representantes da  comunidade acadêmica:

Margarida Kunsch  (Presidente da SOCICOM)
Maria Immacolata V. Lopes (Presidente da AssIBERCOM)
Delia Crovi (Presidente da ALAIC)

15h30 Simpósio Inaugural
Arqueologia da Comunicação: Tempo de Registrar, Investigar e Partilhar
Coordenação: Anamaria Fadul (Ex-Presidente e Conselheira da INTERCOM) 

Arqueologia  da Comunicação: Metamorfose à Brasileira
Expositor: José Marques de Melo (Coordenador do Orbi FOLKCOM – Fórum Brasil@2015)
Ilustração musical: Rubens Lopes (UMESP)
Edição digital: Priscila Zerbinato

16h Tempo de Registrar: Referentes Ibero-Americanos
Coordenação: Sandra Reimão (USP)
1.1. Em busca de vestígios gutembergianos no espaço da Lusofonia – Luiz Humberto Marcos (Portugal)
1.2. Em busca das frentes culturais no Mexico em processo de norte-americanização — Jorge Gonzalez (México)
1.3.Em busca da musicalidade indígena de Chiloé. – Christian Aguillar (Chile)
Comentarista: Sergio Gadini (Brasil) 

17h Tempo de Investigar – Evidências Latino-Americanas
Coordenação: Giovandro Ferreira (UFBA)
1.4 Em busca das raízes do Pensamento Comunicacional Latino-Americano – Delia Crovi   (UNAM / ALAIC)
1.5. Acervo Vilém Flusser: itinerário de Praga a São Paulo – Norval Baitello Jr. (PUC-SP)
1.6.  Acervo Beltraniano: o desafio da dispersão (Recife. Brasília, São Paulo – Cristina Gobbi (UNESP)
Comentarista:  Cicilia Peruzzo (UMESP)

18h Tempo de Partilhar: Matrizes  Brasileiras
Coordenação: Elizabeth Gonçalves (UMESP)
1.7. Acervo Miroel Silveira: rastros da censura na dramaturgia – Cristina     Costa (USP/ ECA)
1.8. Memória do Imaginário Popular: Cores e Sons da Loucura – Luitgarde Barros (Acervo Nise da Silveira)
Comentarista: Paulo Schetino  (UFRN) 

18h30Tempo de Partilhar: Matrizes  Paulistas
Coordenação: Luis Roberto Alves (UMESP / CNE)
1.9. Memória da Televisão: Vida Alves  e a síndrome do primeiro beijo –  Antonio Andrade  (UMESP)
1.10. Memória da Telenovela: orgulho e preconceito — Maria Ataíde Malcher (USP/UFPA)
Relatora:  Ieda Borges (USP) 

19h – BiblioVideo Expo.FolkCom@Brasil.2O15
Coordenação: Antonio de Andrade (UME SP)
Exibição de Vídeo produzido pela AGICOM-UMESP apresentando coleções de livros e obras avulsas lançadas na ocasião.
Comentarista: Daniel Galindo (UMESP)

19h30 – Brinde
Celebrar com Bonomia as conquistas do passado e saudar com Alegria os avanços do presente é meio caminho para ter esperança nas Utopias do futuro.
Coordenação: Fernando Almeida

Homenagem INTERCOM/FOLKCOM aos pensadores da Escola Latino-Americana de Comunicação agraciados com a MEDALHA DE OURO do CIESPAL  e respectivas esposas: DR. LUIS RAMIRO BELTRÁN e Dona NORA; Dr. JESÚS MARTÍN-BARBERO e Dona ELVIRA e Dr. JOSÉ MARQUES DE MELO e Dona SILVIA.
Saudação: Alesse de Freitas Nunes
Brinde: Eliane Mergulhão
Patrocínio: Gigio Gourmet  e Refrigerante Campeão 

20h – Muvuca Folkcomunicacional
BAILANDO COM A BIBLIOGRAFIA – Pavimento térreo.
Coquetel Caipira: Pipoca com Guaraná
Coordenação: Eliane Mergulhão
Repertório musical: Zirig duo – piano e violão
Patrocínio: Gigio Gourmet e Refrigerante Campeão

22h – Encerramento

Dia 28 – Sábado (Sábado / Saturday)

8h30Progressos da Pesquisa Latino-Americana
Coordenação: Marli dos Santos (UMESP)
Conferencista: Francisco Sierra (Diretor Geral do CIESPAL)
Tema:  CIESPAL,  Novas Diretrizes, Permanente Utopia
Comentários: Esmeralda Villegas (USP)

10h  –  Itinerário da Folkcomunicação 1965/2015
Coordenação: Maria Erica de O. Lima (Presidente da FOLKCOM)
História em Processo: o legado beltraniano – Maria Cristina Gobbi (UNESP) e Júnia Martins ( UFPB)
Aportes das novas gerações : avanços teóricos – Iury P. Aragão (UMESP)  e Júnior Pinheiro (UFPB)
Conquistas metodológicas: a questão interdisciplinar  Júnia Martins (UFPB)
Arena global: fluxos e contra-fluxos nas sociedades nacionais – Karina Janz W. (UEPG) e Isabel Amphilo (USP)
Comentários:  Ofelia Morales (Peru) e Fátima Feliciano (Brasil)

11h30 – Intercâmbio Sul–Norte
Coordenação: Osvando Morais (UNESP)
Radical Media de John Downing: Folkcomunicação made in USA – Sergio Gadini (UEPG)
As Marchas Populares  de Lisboa: onde a Folkcomunicação  Beltraniana dialoga com a Epistemologia  de Boaventura Santos – Élmano Ricarte de Azavedo  (Universidade  Católica Portuguesa)
Santuário de Fátima: O ex-voto como veículo de integração dos romeiros que não  falam português mas entendem a linguagem icônica dos pagadores  de promessas – Osvaldo Trigueiro.
Comentarista: Rodrigo Cabriotti  (UMESP)
Relator: Ricardo Alvarenga (UMESP)

12h30-14h Intervalo para almoço

14h-16h30 – Diálogo Sul-Sul
Coordenação: Marcelo Pires de Oliveira
Expositores: Gustavo Cimadevilla (Argentina) e Marcelo Guardia (Bolívia), Jorge González, Raul Fuentes e Delia Crovi (México) ,  Dennis Rennó e Esmeralda Villegas  (Colômbia), Christian Aguillar (Chile ) Ruth Vianna e Gabriela Sallas (Equador)
Comentarista: Cesar Bolaño (Brasil)

17h-18h – Intercâmbio  Sem Fronteiras
Escola de Verão da  ALAIC: ousadia,  pertinácia e solidariedade
Expositor : Fernando Oliveira Paulino (UnB/ALAIC)

18h – Salão Térreo
Coquetel
Patrocínio: Gigio Gourmet
Coordenação: Eliane Mergulhão

18h30 – Lançamento do Prêmio Luiz Beltrão 2015
Parceria INTERCOM  / Globo Universidade
Saudação: Viviane  (Programa  Globo Universidade)
Depoimentos: Maria Cristina Gobbi  (Beltrão 2014 – Maturidade  acadêmica) e Rosemeire Laurindo (Beltrão 2014 – Liderança Emergente)

19h30 – Livros que ampliam o universo beltraniano
Coordenação: Iury P. Aragão (UMESP)

Ex votos, Saga da Comunicação Perseguida – Luiz Erlin  (Ave Maria),  2015 – São Paulo
Opinião Pública – Luiz Beltrão (EdUFJF), 2015 – apresentado por Jorge Feliz
Folkcomunicação, 2ª. ed.  – Luiz Beltrão  (EdiPUCRS), apresentado   por Antonio Hohlfeldt
Folkcomunicación en América Latina: el diálogo entre  Chile y Brasil  (Austral), 2015-  apresentado  por  Christian Aguillar
Metamorfose  da Folkcomunicação  (Editae), 2014–  José Marques de Melo e Guilherme Fernandes, apresentado por Júnia Martins
Luiz Beltrão, singular e plural (Intercom) ,  2014  – José Marques de Melo e Eduardo Gurgel – apresentado por Maria Cristina Gobbi (UNESP)
AH – Fortuna Crítica de Antonio Holhfeldt(Intercom) e JMM –  Fortuna Crítica de José Marques de Melo , v. 4 (Intercom) – apresentado por Osvando de Morais

20h –  Auditório  / Pavimento superior
Colégio dos Brasilianistas da Comunicação
Coordenação:  Iluska Coutinho (Diretora Científica )
Solenidade de diplomação  de novos integrantes do COBRAS.COM.Brasil, organismo de cooperação acadêmica  instituído pelo Conselho Curador da Sociedade Brasileira de Estudos Interdisciplinares da Comunicação / INTERCOM

Ato de Diplomação:
Presidência: José  Marques de Melo
Coordenação: Cicilia Peruzzo
Participação: Anamaria Fadul, Maria Immacolata V. Lopes e Margarida Kunsch
Saudações:
Antonio Hohlfeldt (Conselho Curador)
Luis Humberto Marcos (Representante dos Brasilianistas Pioneros)
Diplomados:
Argentina: Gustavo Cimadevilla
Bolívia: Erick Torrico e Marcelo  Guardia
Chile:  Christian  Aguillar
Colômbia: Esmeralda Villegas
Espanha: Antonio Castilho,  Francisco Sierra, Margarita Ledo
México: Raul Fuentes , Delia Crovi e Gustavo Adolpho Otero
Peru: Ofelia Torres Morales
Porto Rico: Eliseo Colon
Portugal: Antonio Fidalgo  Isabel Ferrin, Moisés Martins

Pronunciamentos:
Francisco Sierra (Representante dos Novos  Brasilianistas)
Giovandro Ferreira (Diretor de Relações Internacionais)

22h – Brinde de Encerramento da Solenidade 

Dia 29 – Domingo (Domingo / Sunday)

9h-14h –
 Oficina Metodológica:
Relatos de Pesquisadores cujas experiências podem servir para  a elaboração de um Manual  de Iniciação Científica em Folkcomunicação 

9h – Abertura: Diálogo entre a Epistemologia do Sul e o Empirismo Utópico Latino-Americano- Júnia Martins (UFPB)

9h30 –
 Relato 1: Pagadores de Promessas – Iury Aragão (UMESP)

10h – Relato 2: Devotos Silenciados  – Luis Erlin  (UMESP)

10h30 – Relato 3: Malhação de Judas – Jairo Campos (UNEAL)

11h   Relato  4: Romarias e Penitências – Luitgard Barros  (UERJ)

11h 30 – Relato 5: Literatura de cordel – Eliane Mergulhão  (UNIP)

12h – Relato 6: Figureiras de Taubaté – Antonio Adami (UNICAMP)

12h30 – 13h –  Oficina 7: Comentários  de  Gisa Carvalho  –   Relatora da  Oficina

13h30 – Comentários de Maria Érica O. Lima – Presidente da FOLKCOM

14h – Encerramento da  Orbi (FolkCOM) Forum 2015 e anúncio do Fórum 2016

 

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *