Folkcomunicação alavancada na pesquisa comunicacional latino-americana

betania maciel alaic bogota

Considerada por seus pesquisadores como uma teoria da comunicação legitimamente brasileira, a Folkcomunicação está prestes a se internacionalizar. O motivo, a eleição da professora e pesquisadora da Rede de Estudos e Pesquisa em Folkcomunicação – Rede Folkcom para a coordenação de um grupo de trabalho temático na mais representativa associação de pesquisa latino-americana deste campo do saber.
A eleição ocorreu no último encontro da ALAIC – Asociación Latinoamericana de Investigadores de la Comunicación , realizado em Bogotá, Colômbia, entre os dias 21 e 23 de 2010. A professora Betania Maciel, atual presidente da Rede Folkcom, assumiu assim a coordenação deste GT com o objetivo de estender a Folkcomunicação além das fronteiras brasileiras.
 
Saiba mais sobre a proposta de trabalho, lendo a notícia completa.
 

A proposta de sua agenda de trabalho, conforme foi apresentada na reunião é:
a) interagir como os demais centros e grupos de pesquisa em
Folkcomnicação (Ree de Estudos e Pesquisa em Folkcomunicação – Rede
Folkcom, Grupo de Pesquisa em Folkcomunicação-Intercom, Revista
Internacional de Folkcomunicação) no sentido de fazer uma cartografia
dos estudos do campo. Da mesma forma, localizar outros pesquisadores e
centros no âmbito internacional, com destaque para os pesquisadores
latino-americanos, como passo fundamental para ampliar o alcance da
teoria folkcomunicacional.
b) estabelecer o sub-portal do GT Folkcomunicação na Internet, como
ferramenta para facilitar o objetivo anterior. Este sub-portal será
alojado no portal da Rede Folkcom (http://www.redefolkcom.org
) de forma a concentrar as informações e reduzir custos de manutenção.
Da mesma forma, esta ferramenta telemática terá o objetivo de
documentar a produção científica e acadêmica dos associados.
c) fomentar sub-grupos de pesquisa, nos âmbitos geográficos e temático,
com atenção para as pesquisas empíricas realizada através da rede de
pesquisadores. As ações regionais e locais terão o objetivo de fomentar
os estudos da Folkcomunicação mais além dos centros já estabelecidos.
Ao final, propõe recolher os resultados das pesquisas em livros e
anuários.
 
gp folkomunicacion -bogota
Pesquisadores chilenos e mexicano integraram o GT Folkcomunicación
roberto benjamin bogota alaic
Professor Roberto Benjamin e a prestimosa voluntária
  

 A participação da Folkcomunicação na América Latina vem sendo
intensificada, desde 1998, quando o professor Roberto Benjamin (UFRPE),
criou um GT de Folkcomunicação que se reúne bienalmente nos congressos
da ALAIC, com. Estes encontros foram realizados nas cidades do Recife
(Brasil), Santiago do Chile e Santa Cruz de la Sierra (Bolívia), La
Plata (Argentina) e São Leopoldo (Brasil) estabelecendo uma ponte com
os pesquisadores de outros países. Segundo a nova coordenadora, foi
esta “pujança cognitiva da agenda folkcomunicacional” que lhe permitirá
desenvolver sua proposta junto à comunidade de pesquisa em
Folkcomunicação.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *