Cristina Gobbi conquista Prêmio Luiz Beltrão 2014

Maria Cristina Gobbi e Antônio Hohlfeldt, Presidente da INTERCOM. (Foto: Nilton Acássio/ Divulgação FAAC)

A professora Maria Cristina Gobbi (Unesp), pesquisadora associada à Rede Folkcom, recebeu um dos mais importantes prêmios brasileiros das Ciências da Comunicação: o Luiz Beltrão, oferecido pela INTERCOM (Sociedade Brasileira de Estudos Interdisciplinares da Comunicação). A solenidade de entrega do Prêmio ocorreu ontem, em Foz do Iguaçu-PR, durante a realização do Congresso Nacional da Intercom.

Livre-Docente em História da Comunicação e da Cultura Midiática na América Latina, Cristina Gobbi já exerceu a função de Diretora-secretária da Rede Folkcom e também de Diretora de Documentação da INTERCOM. Além disso,  é consultora ad-hoc (institucional e dos cursos de Comunicação) do Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais do Ministério da Educação (INEP/MEC), coordenadora dos grupos de pesquisa sobre o Pensamento Comunicacional Latino-Americano e Comunicação Digital e Interfaces Culturais na América Latina, ambos do CNPq.

O Prêmio Luiz Beltrão foi criado em 1998 e se divide em quatro categorias – Grupo Inovador, Instituição Paradigmática, Liderança Emergente e Maturidade Acadêmica. Cristina Gobbi liderou essa última, concorrendo com os professores André Barbosa Filho, Eduardo Meditsch, Francisco Ricardo Rudiger, Marcos Silva Palácios, Nilda Jacks e Maria Aparecida Ferrari. Para a Maturidade Acadêmica, o indicado deve ter mais de dez anos de doutorado e também não pertencer à Diretoria ou aos Conselhos da Intercom, nem ter sido presidente da entidade. A avaliação é feita a partir de critérios como o tempo e importância da pesquisa desenvolvida por cada indicado, além do reconhecimento (nacional e/ou internacional) na área de Comunicação.

Não tenho palavras para expressar minha alegria com o Prêmio Luiz Beltrão. Para mim é uma honra enorme. Igualmente, não há palavras no mundo que possam demonstrar o meu sentimento por todas as manifestações de carinho que recebi. Na verdade, o Prêmio pertence a cada um de vocês que permitem, cotidianamente, que eu aprenda sobre as mais diversas fisionomias da vida”, disse Cristina Gobbi.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *